Campos Borges - RS, quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Situação de emergência de Campos Borges homologada

A escassez de chuva que se prolonga desde o mês de novembro de 2019, e os baixos índices de chuva contribuíram na construção de um cenário marcescente e inoportuno prejudicando a agricultura e pecuária de nossa região. Em Campos Borges, dados levantados pela EMATER/ASCAR apontam uma perda na  soja de 75%, do mesmo modo a falta de água atingiu o cultivo do milho. Lavouras destinadas à produção de silagem tiveram mais de 70% da sua produção comprometida.

Além da agricultura, a estiagem causou estragos notáveis na bacia leiteira, em função da falta de estoque de forragem para alimentação do gado enquanto o clima não permite a formação de pastagens.

Com as eminentes perdas na área rural, a situação de emergência de Campos Borges foi homologada pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, na segunda-feira, 13. A aprovação permite ao Poder Executivo habilitar o município receber recursos estaduais e federais destinados a minimizar os efeitos da seca.

As secretarias de Agricultura e de Obras mantêm o auxilio ao interior do município, com o abastecimento de caixas d’água para o consumo animal e humano.