Campos Borges - RS, sábado, 08 de maio de 2021

Janeiro Branco: precisamos falar sobre saúde mental!  

O Janeiro Branco é uma campanha muito recente, mas que merece total atenção. Foi inspirada na campanha de prevenção do Outubro Rosa, tendo seu início em 2014 por iniciativas de psicólogos da cidade de Uberlândia, Minas Gerais. O principal objetivo da campanha é a conscientização da promoção e proteção da Saúde Mental.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, nos últimos anos as doenças mentais tiveram um grande aumento, e esse resultado é motivo de grande preocupação entre todos os profissionais da saúde, principalmente para os que trabalham com saúde mental.

Devido às expectativas que a chegada de um novo ano causa em boa parte da população, trazendo desejos para uma boa saúde, o mês de janeiro foi escolhido para esta campanha estrategicamente a fim de que seja o “ponta pé” inicial para fortalecer o cuidado, através de esclarecimentos da conscientização da promoção de bem-estar físico, social e principalmente mental, prevenindo assim às doenças de origem mentais.

A campanha tem como foco mobilizar a população em favor da saúde mental, promovendo mais possibilidade de bem-estar a todos os indivíduos e a sociedade como um todo, a mudar a compreensão cercada de tabus sobre a saúde e doenças mentais.

É preciso esclarecer para as pessoas o conceito de saúde mental de forma ampliada, para que assim possam compreendê-lo como um estado de equilíbrio que proporciona bem-estar aos indivíduos. É preciso também que as pessoas reflitam, discutam e atualizem suas ideias e percepções sobre o que é a saúde mental na verdade, este é o papel da campanha do Janeiro Branco.

O motivo que leva cada pessoa a buscar auxílio profissional é muito pessoal, já que cada indivíduo vivência suas experiências de modo particular. É preciso estar atento com sua própria saúde mental. O principal sinal de alerta é quando percebemos que não estamos nos sentindo bem seja qual for o motivo. Não é incomum sentirmos stress e tristeza, com dificuldade nas relações e desânimo, porém precisamos estar conscientes que não é adequado sentir-se assim com grande frequência e intensidade.

 A terapia com um psicólogo pode ajudar a manter a saúde mental estável, descobrindo uma forma mais adequada de lidar com essas dificuldades. A terapia enriquece muito como ser humano, pois com ela pode-se aprender a superar as dificuldades, conforme pode-se identificar e lidar com as emoções.